celulites, combate a estresse, estética, Liberação Miofascial, Ponto gatilho, Trigger Point, VENTOSATERAPIA

Ventosaterapia

 

A ventosaterapia é um tipo de tratamento natural uma forma de medicina alternativa, no qual são criados vácuos por sucção da pele (por meio de ventosas). O vácuo formado diminui a pressão atmosférica sobre a pele e criar uma pressão negativa, ativando o movimento das células ,estimula a circulação sanguínea e com este processo são liberadas as toxinas existentes do sangue.

Finalidade da terapia com ventosas

Quando a circulação é ativada através da ventosa, o aumento de sangue favorece a nutrição de músculos, alivia as tensões, dores musculares e articulares. Em alguns casos, o uso da técnica também é realizada com objetivos estéticos, como por exemplo o tratamento da ventosaterapia para celulites e estrias. Pode ser utilizada como um auxílio para tratamentos com fins terapêuticos e é um grande aliado a outras técnicas de massagem. 

-Entre os benefícios do uso de ventosas estão :

-Acelera a recuperação muscular

-A Desintoxicação do organismo

-O Aumento da circulação sanguínea local

-O Fortalecimento dos vasos sanguíneos

-O Alivio de dores musculares através  da eliminação de contraturas e pontos gatilho

-O Alívio de dores na coluna

-O Alivio de dores abdominais

-O Alívio de dor de cabeça (cefaleia )

– Ventosas e a celulite : O objetivo desta ação massageadora, é ofertar mais oxigênio às células, melhorar a circulação sanguínea, acelerar o metabolismo e auxiliar a função linfática a eliminar as toxinas aliviando as celulites.

  • Contraindicações da ventosaterapia
  • Feridas
  • Fratura no local a ser tratado.
  • Varizes
  • Trombose, tromboflebite ou distúrbios hemorrágicos
  • Febre
  • Quanto tempo  dura uma sessão de ventosaterapia ?
  • Cada sessão dura de 25 a 30 minutos, e podem ser feitas duas vezes por semana ou até mesmo diariamente, dependendo da seriedade do caso.
  • As marcas circulares vermelhas causadas pela terapia desaparecem em até 48 horas, e aconselha-se a evitar a exposição ao sol durante este período.
  • Essa técnica pode ser combinada com massagens e ter duração de até uma hora , exemplo: ventosaterapia + liberação miofascial , ventosaterapia + massagem desportiva , ventosaterapia + massagem relaxante …
  • Tratamento com ventosas dói ??
  • A sensação é de dor suportável no local da aplicação, e as sessões variam conforme a necessidade da cliente.
  • CYMERA_20191112_130636

 

 

 

MASSAGEM, Ponto gatilho, Trigger Point

Ponto gatilho

O que é um ponto de gatilho?
Trigger Point (Ponto Gatilho) Um ponto-gatilho é uma área de facilitação local de nervo com músculo ou tecido conectivo associado, que cria pequenas áreas de tensão ou micro espasmo (contração involuntária da musculatura).

Ponto gatilho latente
Diferente do ativo, esse tipo de ponto gatilho não provoca dor continuamente. … Os pontos latentes causam dor local ou na região de referência quando são pressionados e podem ser encontrados ao procurar por regiões tensionadas no músculo. Esses pontos podem persistir por anos após uma lesão e predispõem a crises dolorosas agudas, tornando-se ativos após um alongamento ou esforço excessivo, um trauma direto como queda ou torção ou ainda por estresse emocional.

Os pontos gatilho podem desencadear sintomas de ordem motora, sensorial e au­tonômica. Os aspectos motores dos pontos gatilho ativos e latentes são: disfunção motora, fraqueza, rigidez e restrição dos movimentos. Os aspectos sensoriais incluem dor local ou referida em algum sítio dis­tante, e sensibilização periférica e central. Na sensibilização periférica ocorre um aumento da responsividade dos noci­cep­tores nos terminais nervosos periféricos, enquanto que na central há um aumento da excitabilidade dos neurônios do sistema nervoso central. Isso pode resultar em alodinia e hiperalgesia. Os aspectos autonômicos podem envolver, entre outros, vasoconstrição, transpiração, pilo­ereção, coriza, lacrimejamento e distúrbios proprioceptivos.

Alguns dos locais mais frequentemente acometidos por pontos gatilho são a região cervical e a cintura escapular, especialmente os músculos trapézio, escale­no, o esternocleidomastoídeo e o ­elevador da escápula, cintura pélvica e musculatura mastigatória. No trapézio, por ­exemplo, podem ser encontrados bilateralmente seis diferentes pontos gatilho miofasciais, distribuídos nas fibras superiores, médias e inferiores do músculo, cada qual com seu padrão de dor referida.

Como identificar a dor miofascial
Os sintomas da síndrome miofascial, normalmente, incluem:

-Aumento da tensão no músculo dolorido (rigidez muscular);

-Diminuição da amplitude de movimento;

-Dor ao pressionar o ponto dolorido;

-Pontos duros nos músculos que podem ser sentidos através de um ressalto ao pressionar toda a banda muscular (pontos gatilho);

-Contração do músculo ao inserir a agulha ou realizar a palpação transversa;

-Alívio da dor ao realizar o alongamento do músculo.

Os sintomas de dor miofascial tendem a piorar com o movimento ou exercício físico, mas quando a lesão permanece por mais de 12 semanas, também surge dor e desconforto mesmo em repouso.

Técnicas utilizadas para desativação de ponto gatilho de dor :

-MASSAGEM RELAXANTE MUSCULAR

-LIBERAÇÃO MIOFASCIAL 

-ALONGAMENTOS 

-MASSAGEM SHIATSU 

-MASSAGEM DESPORTIVA 

untitleddor-miofascial_21013_l